Cidade dos EUA aprova plano para ser amiga dos imigrantes

Enquanto o Alabama e outros Estados dos EUA aprovaram leis rígidas contra imigrantes ilegais, uma cidade de Ohio adotou uma abordagem diferente. Dayton, cuja população tem diminuído nos últimos anos, está lançando o tapete de boas vindas para os imigrantes legais para aumentar a comunidade.

A cidade aprovou um plano na semana passada que pretende ajudar os imigrantes legais a se estabelecerem na comunidade local. "Quando as pessoas vêm, nós gostaríamos de recebê-las. Nós gostaríamos de informá-los quais são seus recursos para aprender inglês", disse o diretor do Conselho de Relações Humanas Tom Wahlrab. "Queremos que eles saibam que têm uma parte da nossa comunidade."

O plano inclui recomendações para criar um mercado internacional e para aumentar os serviços de idiomas e aulas de inglês. Um relatório do Brookings Institution sobre as tendências de imigração mostrou que as cidades que querem travar a perda de população, como Detroit ou Cleveland, eram mais propensas a acolher os imigrantes. A população de Dayton caiu de cerca de 166 mil em 2000 para 141.500 em 2010.

"Temos visto que os imigrantes que estão aqui já são mais propensos a iniciar pequenos negócios. Eles estão comprando casas, consertando as casas, cuidando de sua propriedade", disse Francisco Pelaez, pastor missionário hispânico de uma igreja local. "Queremos ajudar isso a continuar. Queremos derrubar as barreiras que enfrentam porque não é sempre fácil navegar pelo sistema."

Jamie Longazel, professor de sociologia na Universidade de Dayton, disse que o plano deve ser aplaudido. Mas ele alertou que os programas que incentivem o redesenvolvimento devem incluir todos os cidadãos de Dayton.

"Eu acho que eles deveriam fazer isso de uma forma tão abrangente quanto puderem", disse Longazel.

Related posts