Noruega é atingida por bomba na capital


Bombeiros trabalham no local da explosão que atingiu o complexo do governo em Oslo

Noruega é atingida por bomba na capital e tiroteio em acampamento

OSLO – A polícia da Noruega disse nesta sexta-feira, 22, que os dois eventos ocorridos no país – uma explosão em Oslo e um tiroteio em uma ilha próxima – estão relacionados. Pelo menos onze pessoas morreram nos dois incidentes. O comissário Sveinung Sponheim disse, segundo a AFP, que a polícia tem “boas razões” para acreditar em um vínculo entre os dois ataques.

Em uma coletiva de imprensa em Oslo na noite desta sexta (horário local), Sponheim disse que “há boas razões para acreditar que há uma relação entre os dois acontecimentos”. O funcionário da polícia norueguesa afirmou ainda que há “relatos que reforçam esta ideia”.

A Otan, da qual a Noruega faz parte, os EUA e a Europa já condenaram os incidentes. Segundo a AP, o primeiro-ministro norueguês, Jens Stoltenberg, fez um apelo à população para que não “cedam ao medo” causado pelos ataques.

Bomba e tiroteio

Na capital, Oslo, uma explosão no centro da cidade matou pelo menos sete pessoas, deixou dois feridos e danificou seriamente prédios do governo. Em um incidente separado, um atirador abriu fogo contra um acampamento de jovens do Partido Trabalhista norueguês, em uma ilha nos arredores de Oslo, atingindo “várias pessoas”, segundo um porta-voz. De acordo com a imprensa local, pelo menos quatro jovens foram mortos no local.

O ataque em Oslo ocorreu no meio da tarde (horário local), segundo a imprensa norueguesa. De tão forte, a explosão pôde ser vista e ouvida à distância. O funcionário do governo Hans Kristian Amundsen disse que ainda havia pessoas presas nos edifícios atingidos pela explosão. Amudsen se recusou a dar detalhes a respeito mas disse que essa é a “pior situação” que o país já viu.

O edifício do escritório do primeiro-ministro foi atingido na explosão. De acordo com a agência local de notícias NTB, o premiê está em segurança. A porta-voz do governo Camilla Ryste confirmou a informação à AP.

Cerca de duas horas mais tarde, um atirador vestido com uniforme policial atirou contra os jovens na ilha de Utoya. Segundo Per Gunnar Dahl, porta-voz do partido, o homem começou a atirar contra jovens reunidos para o acampamento anual da legenda. Ele disse que cerca de 700 pessoas, a maioria entre 14 e 18 anos, estavam no local.

Related posts