Lytron
My Partner
cultureholidays

Incompatibilidade de Gênios

O termo INCOMPATIBILIDADE DE GÊNIOS diz algo para você? Atualmente este é o termo mais utilizado para se dar explicações após o processo do divórcio ou de uma separação. Vários casais tentam se explicar aos amigos que no início do casamento, ou no namoro e noivado, eles até que se entendiam bem, se sentiam almas gêmeas, mas depois dos laços matrimoniais e da decisão de viverem juntos, alguma coisa começou a acontecer e inexplicavelmente depois de um certo tempo, aqueles que juraram amor eterno agora sofrem da síndrome da incompatibilidade de gênios.

E mais uma vez, inexplicavelmente, casais estão rompendo anos de relacionamento, décadas de vida a dois, de filhos em comum, e entrando para o processo de divórcio e separação, pois descobriram que tem incompatibilidade de gênios, em outras palavras, não dá mais para viverem uma vida a dois, pois já está insuportável viver com o cônjuge.

Você conhece alguém nesta situação?
Fique tranquilo, quem você conhece não está nisso sozinho não. Nos Estados Unidos, pesquisas revelam que mais de 50% dos casamentos terminam em divórcio. Segundo dados do IBGE 2010, 25% dos casamentos estão terminando em divórcios, pois 80% dos casamentos estão experimentando um certo tipo de crise, de ajuste e até mesmo de relacionamento.

Se estes casais permanecerem na crise, a probabilidade deles passarem a fazer parte desta estatística é muito alta. Por que isso acontece? Porque casais se conhecem, se apaixonam, se casam e depois seus casamentos acabam?

Acredito que existem 6 Níveis de Relacionamento.
– Nível 1 – Casamento com Amor e Paixão
– Nível 2 – Casamento com Amor e Sem Paixão
– Nível 3 – Casamento em Amizade /  Conveniência – sem Amor e sem Paixão
– Nível 4 – Planejamento de Deixar o Relacionamento
– Nível 5 – Re-início em Novo Relacionamento
– Nível 6 – Decisão de Permanecer Só

Nesses níveis de relacionamento, um casal pode começar no nível 1 ou 2 e sem perceber, com suas atitudes e comportamentos ao longo dos anos, ver seu relacionamento desmoronar. Por que isso acontece? Porque os relacionamentos estão desenhados para se desenvolverem e crescerem. TUDO QUE NÃO CRESCE, definha e morre. Essa é uma lei do UNIVERSO, é preciso crescer sempre.

DEUS nos fez para crescermos a cada dia. Fomos criados bebê e naturalmente devemos crescer, se não crescemos naturalmente falando, vamos definhando até morrer. No casamento também é assim. Os casais TEM QUE CRESCER em relacionamentos, pois isso é uma escada.

Note que quem não sobe, acaba descendo. Veja que vários casais começam com o nível 1, Amor e Paixão. No decorrer da vida, suas atitudes começam a mudar, passam a existir momentos de falta de perdão, problemas não resolvidos, mágoas arrastadas por longos dias e com isso vai se apagando a paixão, as conexões entre eles vão morrendo e o casal acaba passando para o nível 2, Amor sem paixão. Neste nível estão casados, se amam, cuidam um do outro, se ajudam, são companheiros, fazem coisas juntos, mas não tem a a paixão, quando fazem amor, fazem somente amor, sem a paixão do início do casamernto e o relacionamento acaba virando rotina.

Depois, o casal vai perdendo o interesse ao longo do tempo, entrando no nível 3 que é Amizade/Conveniência.  Neste nível 3 o amor já não está mais presente, somente amizade, parceria, conversas, conveniências de se morar juntos e pagar contas, já se perderam os alvos em comum, cada um passa a querer seu próprio alvo, seu barco, seu carro diferente e cada um paga suas contas pessoais e se ajudam nas contas mútuas, e quando dá vontade ou um deles sente necessidade, se acasalam para suprir o físico, pois a alma já morreu há um tempão. Infelizmente essa situação também não dura e o casal vive infeliz pois não tem suas necessidades básicas supridas. Mas já se passaram muitos anos juntos, tem os filhos da relação, os amigos em comum, e separação é algo que a família não vê com bons olhos e nem a religião, então vamos levando até um não aguentar mais e começar a planejar SOZINHO o fim da relação.

Talvez quando o cônjuge conseguir um emprego para se manter, ou quando os filhos sairem de casa, ou quando ganhar uma bolada, etc. Depois dessa situação um dos cônjuges toma coragem e sai, entrando no nível 5. E por se achar ainda jovem, não querendo ficar sozinho na velhice, querendo ter nova oportunidade de amar e ser amado por alguém, acaba se relacionando novamente para TENTAR a sorte outra vez. O nível 6 somente acontece quando o cônjuge já saiu desse relacionamento extremamente machucado, ferido, sofrendo demais a separação e a dor dos filhos, e decide não mais se relacionar e ficar só. Esse é o nível 6 e o pior de todos, pois a pessoa irá se trancar em si mesma, criar seu mundo de ilusões e expectativas e viver isoladamente com tristeza, angústia e depressão. É o fim da Estrada.

O que fazer para que isso não ocorra com seu casamento?
É possível mudar de nível? Certamente que sim. O primeiro estágio é saber onde você está. O segundo estágio é saber onde você quer chegar. O terceiro é buscar ajuda profissional. E o mais importante é querer resgatar seu casamento. Não importa em qual nível o casamento se encontre agora. É PRECISO LEVÁ-LO DE VOLTA AO NIVEL 1. Somente no nível 1 é garantida uma Vida Feliz no Casamento. Somente no Nível 1 os filhos viverão felizes e desejarão um casamento feliz e ajustado.  É importante redescobrir a  PAIXÃO, por que somente assim poderão os casais que tem problemas no casamento poderão SALVAR seus casamentos.

» PAULO ABREU é Bacharel em Administração de empresas pela UNINCOR, com MBA executivo em Marketing pela FGV e MBA em Business Administration pela FCU em Orlando – FL. É consultor de empresas na Flórida.  Informações sobre o tem pelo email: atendimento@abreucoachinginstitute.com.

Share

Related posts