Lytron
My Partner
cultureholidays

Agência Moody’s rebaixa Grécia e alerta que default é quase certo

A agência de classificação Moody’s reduziu a nota de dívida da Grécia em três graus nesta segunda-feira, para “Ca”, apenas um grau acima do default (suspensão dos pagamentos), dizendo que um novo pacote de resgate é um precedente negativo para os credores de outros países endividados.

Na semana passada, a zona do euro chegou a um acordo para um novo pacote para a Grécia.

O rebaixamento da nota significa que a Grécia tem agora o menor rating entre todos os países cobertos pela Moody’s.

“Assim que a troca for completada, a Moody’s vai reavaliar o rating para assegurar que ele reflita o risco associado com o novo perfil de crédito do país, incluindo o potencial de mais reestruturação de dívida”, disse a agência.

A Moody’s alertou que, apesar de se esperar alguma redução de dívida por conta do pacote de resgate, a Grécia ainda enfrenta desafios de solvência de médio prazo.

CRISE DA DÍVIDA

A chamada crise da dívida europeia foi uma consequência da crise econômica de 2008. Para proteger a economia, os governos aumentaram suas despesas.

Aqueles que já tinham gastos públicos elevados viram a dívida estourar, junto com as taxas de juros. Essa bola de neve levou os países periféricos a atingir deficits públicos recordes, perdendo a capacidade de pagar a dívida.

A Grécia, uma das mais afetadas pela crise, já recebeu em 2010 um pacote de resgate de US$ 160 bilhões da União Europeia e do FMI. O país, contudo, não conseguiu cumprir as metas fiscais previstas.

Agora, tenta receber um pacote ainda maior, pelo qual aprovou um novo e amplo pacote de medidas de austeridade que prevê uma economia de até € 28 bilhões (R$ 63 bilhões) aos cofres públicos por meio de cortes de gastos e aumento de impostos até 2015.

Share

Related posts