Buenos Aires volta a suspender voos por causa de cinzas de vulcão chileno

Todos os voos internacionais e domésticos dos aeroportos de Buenos Aires, os maiores da Argentina, foram suspensos nesta quinta-feira (9) em consequência das cinzas procedentes do vulcão chileno Puyehue.

A nuvem vulcânica também atingiu o Uruguai e provocou o cancelamento da maioria dos voos do aeroporto internacional de Montevidéu.

Duas passageiras descansam no chão do Aeroporto Jorge Newbery, em Buenos Aires, que teve os voos cancelados ou suspensos nesta quinta-feira (9) (Foto: Natacha Pisarenko / AP)
Duas passageiras descansam no chão do Aeroporto Jorge Newbery, em Buenos Aires, que teve os voos cancelados ou suspensos nesta quinta-feira (9) (Foto: Natacha Pisarenko / AP)

“Todos os voos dos aeroportos Jorge Newbery (domésticos e países de fronteira) e internacional de Ezeiza foram suspensos na manhã desta quinta-feira porque a nuvem vulcânica está sobre Buenos Aires”, disse uma fonte da empresa ‘Aeropuertos 2000’, que opera os dois terminais.

A fonte, que não soube precisar o número de voos suspensos, afirmou que a “nuvem de cinzas está a 9.000 metros de altura sobre Buenos Aires e os aviões voam a uma altura média de 10.000 metros”.

Os aeroportos da Patagônia (sul) permanecem fechados desde a erupção do vulcão Puyehue, no sábado.

Na capital argentina era possível observar partículas de cinzas sobre os automóveis estacionados.

O comitê de crise formado pelas autoridades aeroportuárias, de segurança e meteorologia examinará a situação na tarde desta quinta-feira.

As cidades turísticas de Bariloche e de Villa Angostura, esta última a 40 km do vulcão chileno Puyehue, são as mais afetadas pelo fenômeno.

Empresas aéreas
Em um novo comunicado, a Aerolíneas Argentinas e sua subsidiária Austral informam que devido ao novo ingresso da nuvem vulcânica na área metropolitana decidiu suspender temporariamente as operações nesta quinta nos dois aeroportos de Buenos Aires.

A empresa indica aos passageiros que visitem o endereço na internet (www.aerolineas.com), na seção “partidas e chegadas”, onde serão divulgados os novos horários dos voos.

Seguem suspensas até domingo os voos das duas aéreas na região turística de Bariloche e diversas cidades do sul do país. Os passageiros poderão utilizar suas passagens por até um ano da data de emissão sem nenhum penalidade.

A LAN informa que alguns voos desde e para as cidades de Buenos Aires e Córdoba – inclusive o São Paulo / Buenos Aires – e Montevidéu foram novamente afetados. A empresa diz que quem tiver bilhetes desses voos deve entrar em contato com a companhia para mudar a data, a rota, ou solicitar a devolução. O contato pode ser feito pelo site e pela central de atendimento, no 0 300 788 0045.

Share

Related posts