Lytron
My Partner
cultureholidays

Brasil: FHC a um semana dos 80

A uma semana dos 80 anos, FHC ganha jantar em SP

Amigos e tucanos prepararam agenda de comemorações até o final do ano

O ex-presidente e sociólogo Fernando Henrique Cardoso

Fernando Henrique: concerto com entrada gratuita para celebrar a data (Divulgação)

Um jantar para 500 convidados na tradicional Sala São Paulo abre nesta sexta-feira a temporada de comemorações dos 80 anos de Fernando Henrique Cardoso. O ex-presidente faz aniversário no próximo dia 18, mas os amigos resolveram antecipar os festejos, que devem se estender até o final do ano. Clóvis Carvalho, ministro da Casa Civil nos anos FHC, comanda a organização do jantar, fechado para convidados.
O requinte continua no domingo da próxima semana, dia 19, quando a Orquestra Sinfônica de São Paulo (Osesp) oferece um concerto às 11 horas em homenagem ao ex-presidente. Sob regência de Andrew Grams, os músicos vão executar Suíte Antiga, de Alberto Nepomuceno, e Sinfonia nº 4 em Lá Maior, Op.90 – Italiana, de Felix Mendelssohn-Bartholdy.

Divulgação

Ambientes da Sala São PauloAmbientes da Sala São Paulo

Dessa vez, no entanto, o povo está convidado. O concerto tem entrada gratuita e acontece também na Sala São Paulo. Após a apresentação, Fernando Henrique participa de um brunch com os músicos e o público. O ex-presidente comanda a Fundação Osesp.

Depois de deixar FHC na geladeira nas últimas eleições presidenciais, o PSDB decidiu compensar os anos de esquecimento. Em reunião da executiva nacional, na quarta-feira, os tucanos formaram uma comissão responsável pela organização de um grande evento partidário no dia 30, em Brasília. Eduardo Jorge comanda o grupo.
Pausa para reflexão – O Instituto Fernando Henrique Cardoso (iFHC) prepara para agosto a série de seminários FHC 80 anos. Palestrantes convidados falarão sobre temas políticos, sociais e econômicos do Brasil e da América Latina.  O anfitrião Fernando Henrique pretende ficar apenas na plateia. Os festejos, claro, o alegram, mas a amigos mais próximos ele defende uma teoria: “Oitenta anos? Nada! Isso é boato do PT.”
Share

Related posts