Scotland Yard reabre o caso Madeleine

Scotland Yard escala 30 detetives em busca de Madeleine

Polícia reabre o caso da menina inglesa de três anos que desapareceu de um complexo turístico no Algarve, em Portugal, quase quatro anos atrás

Madeleine McCann: vista pela última vez em 2007Madeleine McCann: vista pela última vez em 2007 (Divulgação/Família McCann)

A Scotland Yard escalou 30 detetives para as investigações que reabrem o caso Madeleine McCann, a menina inglesa de três anos que desapareceu em Portugal em 2007.

A Polícia Metropolitana de Londres deverá revisar todos os arquivos cedidos pela polícia portuguesa. A tarefa será dirigida pelo inspetor-chefe da unidade de homicídios, Andy Redwood.

Quando Madeleine desapareceu de um complexo turístico em Praia da Luz, no Algarve, a polícia portuguesa, auxiliada por agentes do condado inglês de Leicestershire, iniciou uma investigação que acabou encerrada em 2008 por falta de provas.

Mas o comissário da Scotland Yard, Paul Stephenson, afirma que a menina pode estar viva, segundo relatou nesta quarta-feira o jornal britânico The Daily Telegraph.

A abertura de uma nova investigação acontece uma semana após a carta dos pais da menina ao primeiro-ministro britânico, David Cameron. Em carta aberta, o casal McCann reclamava que “não houve uma revisão formal do material recolhido pela polícia, como é feito habitualmente na maioria dos crimes não resolvidos”.

A decisão foi criticada na Grã-Bretanha – a nova fase da investigação vai consumir mais milhões de libras.

Related posts