Lytron
My Partner
cultureholidays

Londres enfeita ruas em preparação para casamento real

Gigantescas Union Jack foram hasteadas ao longo de percurso, a grama nunca foi tão inglesa e as fontes, pacientemente limpas: Londres se torna cada vez mais “real”, a uma semana do casamento do príncipe William com Kate Middleton.

Milhares de jornalistas estão sendo esperados na capital: a tribuna para a imprensa, com a pintura ainda fresca, ergue-se diante da entrada real da abadia de Westminster, por onde passarão no dia 29 de abril o príncipe e sua noiva. Cem fotógrafos e 250 jornalistas estarão aí na sexta-feira que vem.

Bandeiras enfeitam rua Regent, em Londres, como preparação para casamento real
Bandeiras enfeitam rua Regent, em Londres, em preparação para casamento real, que acontece no dia 29

Na ocasião, Kate, descendendo de um Rolls Royce Phantom, deixará ver pela primeira vez seu vestido de noiva.

Para não fazer vergonha à sua nova princesa, Londres também começou a fazer sua decoração.

No Mall, artéria real que leva ao palácio de Buckingham, imensas bandeiras britânicas nas cores azul-branca-vermelha estão sendo hasteadas entre os castanheiros em flor. Sob suas sombras desfilará a carruagem com os jovens, depois de casados.

Para não irritar as milhares de pessoas que vão esperar ao longo do Mall, operários instalam alto-falantes para retransmitir a cerimônia. A dois passos dali, a grama do parque Saint James já é de um verdor impecável; os junquilhos foram limpos um a um e os bancos foram virados para o sol.

Em Whitehall, a avenida dos ministérios, que fica no percurso do cortejo, os valentes ingleses do memorial da “Grande Guerra” receberam uma limpeza especial, com seu bronze reencontrando o brilho de antigamente. E a “Horse Guard” teve sua couraça lustrada, para grande alegria de hordas de turistas que posam a seu lado.

O vendedor de souvenires da loja próxima, Richard Hudson, está contentíssimo com as vendas.

Sob o olhar curioso de um vendedor que varre a calçada, dezenas de repórteres já se aglomeram diante do palácio de Buckingham.

Para que o dia seja impecável, os ensaios oficiais se sucedem. Após a cavalaria e as trombetas reais, os “foot guards”, reconhecíveis pelo chapéu de pele de urso, preparam-se para o desfile.

Mas, a dois passos da abadia de Westminster, a paisagem é menos policiada: por falta de decisão judicial para expulsá-los, militantes pela paz “peacecampaigners” acampam na praça do Parlamento, em meio a faixas pintadas de vermelho, para imitar sangue, para denunciar os ‘dois milhões de mortos no Iraque’.

Maria Gallastegui, que ocupa o lugar há cinco anos, não pôde se impedir de ceder à euforia ambiente: num dos lados de sua tenda, de frente para a abadia, ela pintou em letras vermelhas : “William ama Kate” dentro de um grande coração estilizado.

Share

Related posts