Lytron
My Partner
cultureholidays

Jean-Claude Van Damme: ‘Hollywood me colocou na lista negra’

ean-Claude Van Damme credita seu sumiço das telas à lista negra de Hollywood. O astro de filmes de artes marciais alega ter sido forçado a uma aposentadoria precoce na década de 90 depois de desprezar um papel importante na tentativa de conseguir uma oferta melhor. Segundo o belga, os executivos da indústria passaram a virar as costas para o seu trabalho desde então.

As revelações foram feitas em depoimento dado a um especial sobre sua carreira produzido pela TV britânica, intitulado “Jean-Claude Van Damme: Behind Closed Doors”. “Depois de ‘Timecop – O guardião do tempo’ (1994), recebi uma proposta enorme de um contrato para três filmes em que eu ganharia US$ 12 milhões por filme. Seriam US$ 36 milhões e eu desperdicei. Eu disse: ‘Quero R$ 20 milhões como Jim Carrey’ e eles desligaram o telefone. Aquele não era eu. Eu estava completamente perdido, cometi um erro e fui banido de Hollywood por anos”, justificou o ator, que admitiu estar, na época, sob efeito de álcool e de uma vida de excessos.

Agora o astro voltou a recusar propostas de novos filmes, mas o motivo é mais nobre. Van Damme quer focar nos treinos para sua luta contra o boxeador thailandes Somluck Kamsing, agendada para novembro. O confronto marcará a volta de Van Damme aos ringues. “Aos poucos, eles (os executivos de Hollywood) me querem de volta, mas agora eu decidi lutar. Se eu ganhar essa luta, o que seria excepcional, isso vai me trazer mais dez anos de saúde. É como uma reparação. Por isso estou muito feliz onde estou hoje”, completou o astro.

Share

Related posts