10 Cidades de Praia no Brasil. Confira

Os destinos brasileiros que melhor combinam com boas estruturas de hotelaria, de alimentação e de entretenimento

1. RIO DE JANEIRO (RJ)
Copacabana, Ipanema e Leblon: talvez nenhum conjunto de praias seja tão conhecido no mundo. A Garota de Ipanema pode ter amplificado a fama, mas os 90 km de orla do Rio sempre arrebataram estrangeiros, de D. João VI a Madonna, graças à combinação única de montanhas, pedras, Mata Atlântica e mar azul – e o clima carioca.

Praias
Leblon é cheia de celebridades; Ipanema, ponto de encontro de endinheirados; Copacabana, internacional e boêmia. Do outro lado do morro, na Barra da Tijuca, começa uma faixa de praias limpas e cercadas de condomínios e shoppings.

Outras Atrações
A integração única entre asfalto, prédios e natureza pode ser contemplada de vários cartões-postais: o bondinho do Pão de Açúcar, o mirante do Cristo Redentor, o Jardim Botânico e o Parque Nacional da Tijuca.

2. FLORIANÓPOLIS (SC)
O grande trunfo da capital catarinense é aliar o jeitão de metrópole com lugares quase selvagens, concentrados no sul da ilha. Aqui, quem busca badalação nem precisa arredar o pé da areia. Jurerê Internacional, Brava e Mole concentram barracas bacanas e a maior porcentagem de gente bonita por metro quadrado.

Praias
São quarenta à disposição – difícil sair decepcionado. Lagoinha do Leste é a mais bonita; Mole e Joaquina, as preferidas dos surfistas; e Daniela e Ingleses, ótimas para as crianças.

Outras Atrações
As praias dividem as atenções com a Lagoa da Conceição, bairro com cafés, restaurantes e muitas lojas. Dentro da água, os ventos fazem deslizar pranchas de wind e kitesurfe, e escunas levam a fortificações do século 18.

3. ILHABELA (SP)
Os ventos fazem com que suas praias estejam entre as melhores para esportes naúticos – o ponto alto acontece em julho, na Semana Internacional de Vela. Mas esses atributos não resumem as belezas da cidade. Por terra, os visitantes exploram trilhas, cachoeiras e praias voltadas para o oceano.

Praias
São mais de 40. Metade está voltada para o Canal de São Sebastião, com águas calmas e boas para banho. A outra metade fica de frente para o mar, com ondas fortes e vegetação preservada.

Outras Atrações
Na Vila fica a parte histórica (como a Igreja Matriz), lojinhas, cafés e bares. Um passeio que mistura jipe e barco é um clássico local, e há ainda trilhas, cachoeiras, passeios de lancha, de bike, ou de caiaque.

4. MACEIÓ (AL)
A cidade pode se gabar de ter o mar mais lindo entre as capitais do Nordeste e uma das orlas urbanas mais bonitas do Brasil, sob medida para caminhar ou pedalar na ciclovia. Por fim, há um plus: está a um pulo de Maragogi e São Miguel dos Milagres, outros destinos top da região.

Praias
Além das praias urbanas, Maceió tem um belo litoral ao norte, que merece ser visitado sem pressa. Dois grandes programas são caminhar pela longa orla de Pratagi e, se a maré estiver baixa, nadar nas piscinas naturais de Paripueira.

Outras Atrações
No Pontal da Barra, às margens da Lagoa Mundaú, vale uma visita às famosas rendeiras. Em Pajuçara, a 15 minutos dali, jangadeiros levam até as piscinas naturais. Passeios de um dia levam ao litoral sul ou norte alagoanos.

5. BÚZIOS (RJ)
Tradicional destino dos cariocas, a península tem 24 praias: badaladas ou desertas, de mar calmo ou com ondas radicais. Depois que a atriz Brigitte Bardot colocou a cidade no mapa, Búzios ganhou charme – hoje, reúne baladas da moda, lojas descoladas e restaurantes chiques.

Praias
A variedade é grande: há agito em Geribá, esportes náuticos em Manguinhos, mar calmo na Tartaruga e a selvagem José Gonçalves. Os argentinos preferem João Fernandes.

Outras Atrações
Garimpar nas lojinhas da Rua das Pedras e curtir a noite por ali mesmo e na Orla Bardot são programas obrigatórios. Há muitas formas para conhecer as praias: de escuna, catamarã e até num caminhão adaptado.

6. FERNANDO DE NORONHA (PE)
Seu esplendor pode ser traduzido em números: o arquipélago reúne três praias cinco-estrelas e outras dez quatro-estrelas. Para conter danos ambientais, há fiscalização constante e entrada controlada (paga-se uma taxa de permanência).

Praias
A maior parte das praias (incluindo as cinco-estrelas Baía do Sancho, Baía dos Porcos e do Leão) é deserta, sem barracas ou ambulantes. Movimento? Só no mar, onde peixinhos coloridos nadam a poucos metros dos banhistas.

Outras Atrações
O Ilhatur é um passeio de barco que percorre as principais praias, costeando a porção da ilha voltada para o continente. Há boa chance de ver golfinhos, que acompanham as embarcações. O mergulho, o Projeto Tamar, o Museu dos Tubarões e o surfe são ótimos programas.

7. ITACARÉ (BA)

As praias, recortadas por costões cobertos de Mata Atlântica, diferem a cidade da maioria dos destinos da Bahia. A geografia contribui para a formação das melhores ondas do estado, o que atrai surfistas e o universo que os acompanha. Mesmo com o crescente número de visitantes, Itacaré ainda preserva seus maiores tesouros, como Jeribucaçu, Engenhoca e Prainha.

Praias
É preciso energia para percorrer as sinuosas trilhas que conduzem às melhores praias de Itacaré – afastadas mais de 6 km do Centro. Na orla central o movimento é excessivo.

Outras Atrações
Perto do Centro pode-se fazer arvorismo, passeio de canoa e aulas de surfe. Em Taboquinhas, a 28 km, há rafting no Rio de Contas e cascading na Cachoeira do Noré.

8. NATAL (RN)
O sol aparece 300 dias por ano, e dá para curti-lo na praia ou subindo e descendo as dunas de bugue. As montanhas de areia estão no Parque das Dunas, na capital, e na vizinha Genipabu, onde o aerobunda e o esquibunda são clássicos.

Praias
Os balneários próximos do Centro são bem populares. Dali, rumo ao sul, Barreira-d’água tem resorts e recifes muito próximos da orla. Por último, Ponta Negra reúne os bares para turistas e os melhores trechos para banho.

Outras Atrações
Todos os dias bugues vão até Genipabu para explorar as dunas da região. Em Pirangi do Norte, barqueiros levam turistas para mergulhar em piscinas naturais.

9. PORTO DE GALINHAS (PE)
A cada ano, mais de meio milhão de pessoas visita o vilarejo. Não por acaso. Porto tem orla de areia branquinha, coqueiros, mar de águas mornas e piscinas naturais encantadoras.

Praias
Tem mar pontuado por piscinas naturais – tanto na praia central, mais lotada, quanto em Muro Alto, dominada pelos resorts. Rumo ao sul, Maracaípe é point de surfistas e Serrambi e Toquinho são desertas e preservadas.

Outras Atrações
O passeio de bugue pelas praias dura três horas e rende boas histórias. Um catamarã sai diariamente de Barra do Sirinhaém rumo à Ilha de Santo Aleixo.

10. FORTALEZA (CE)
Basta chegar à capital cearense para sacar por que ela é um destino perfeito para o agito: o forró toca de segunda a segunda. Quem vem com a família pode escorregar nos toboáguas radicais do Beach Park, na vizinha Aquiraz.

Praias
A melhor praia é a do Futuro, a 10 km do centro. Além de boa para banho, tem a música e o serviço das famosas megabarracas. Mas, fora dela, a beleza natural decai e a orla sofre com a poluição.

Outras Atrações
O Centro Dragão do Mar tem planetário, cinema, teatro e um memorial da cultura do estado. O Beach Park, melhor parque aquático do Brasil, fica pertinho, e passeios (de barco, de 4×4 e de helicóptero) e aulas de kitesurfe garantem diversão de sobra.

Related posts