Temer: PMDB deve tentar a Presidência

Vice-presidente participou de evento que comemorou o aniversário da sigla. ‘Nós temos, sim, direito de ocupar cargos’, disse Temer durante discurso.

Michel Temer (Foto: Iara Lemos/G1)
O vice-presidente da República, Michel Temer,
no evento dos 45 anos do PMDB.

O vice-presidente da República, Michel Temer, propôs na noite desta terça-feira (22), em Brasília, que o PMDB tenha candidato próprio nas eleições para a Presidência em 2014. O vice-presidente fez um dos discursos mais aplaudidos no evento que marcou os 45 anos de fundação do partido.

Temer ainda defendeu que a legenda ocupe mais cargos no governo federal.

“Eu proponho que, daqui a quatro anos, nós lancemos um candidato à Presidência. E depois que ganharmos vamos dizer que não somos fisiologistas, vamos deixar que eles [outros partidos] escolham os cargos. Nós temos, sim, direito de ocupar cargos”, disse Temer.

O vice-presidente ainda pediu unanimidade da base parlamentar do PMDB nas votações no Congresso Nacional. Segundo ele, somente assim o partido poderá ser respeitado.

“Nós temos de ter unidade quando votarmos no parlamento. Ou votamos todos contra, ou votamos todos a favor. É isso que nos dá respeitabilidade. Se pudermos ter esta unidade absoluta, teremos uma respeitabilidade absoluta”, disse o vice-presidente.

O evento em homenagem aos 45 anos do PMDB reuniu parlamentares, governadores e demais lideranças do partido. O último a chegar foi o presidente do Senado, José Sarney (AP), que atrasou devido ao lançamento da sua biografia.

“ Eu disse e repito: jamais sairei do PMDB e nele ficarei até a morte. Lembro que os programas sociais começaram no PMDB. Somos o partido das causas sociais e das grandes causas políticas”, afirmou.

Durante o encontro, o partido aprovou a obrigatoriedade de cursos de formação para todos os candidatos nas eleições de 2012.

Related posts