Moscou desiste de deportar milhares de cães sem dono

Os milhares de cães de rua de Moscou têm um motivo nesta terça-feira para abanar suas caudas: ativistas dos direitos dos animais afirmaram que a prefeitura da cidade desistiu de um plano de reunir os animais e enviá-los para um campo longe da capital russa.

Os ativistas vinham pressionando a administração municipal a abandonar o plano que, segundo eles, colocaria os cães em risco ao colocá-los em um ambiente onde poderiam estar sujeitos a uma série de doenças.

A expectativa era a de que o governo de Moscou aprovasse o plano nesta terça-feira.

Mas Natalia Yunitina, chefe da organização de caridade The Hope Bringers (algo como Mensageiros da Esperança, em tradução livre), afirmou que a proposta de deportação foi tirada da agenda.

Funcionários da prefeitura não estavam disponíveis imediatamente para comentários.

A capital da Rússia tem aproximadamente 26 mil cães de rua, alguns espertos o bastante para usar o metrô, e outros que intimidam e atacam pessoas.

Foto de 18 de novembro de 2009 mostra cão de rua dormindo em assento de trem do metrô de Moscou
Foto de 18 de novembro de 2009 mostra cão de rua dormindo em assento de trem do metrô de Moscou
Share

Related posts