Lytron
My Partner
cultureholidays

Mineiro chileno diz ter ganho outros 22 pra Cristo

José Enríquez um dos mineiros resgatados afirma; “Momento mais glorioso foi ter ganho 22 mineiros para Cristo” – Para o mineiro chileno, o homem que Deus usou como guia espiritual para fortalecer os seus colegas mineiros.

Disse que o momento mais glorioso que experimentou a 700 metros abaixo de profundidade na terra não foi saber que estavam todos vivos, nem quando foram resgatados, mas haver alcançado, dos 33 mineiros, 22, que aceitaram a Cristo como seu Salvador, segundo informa o jornal chileno Las Últimas Noticias.

Enríquez falou ao jornal que não tem pesadelos sobre os momentos que passou na mina durante 69 dias. Ele foi o primeiro a dar alta, rejeitou uma viagem grátis a Manchester para ver uma partida de futebol e também fez o mesmo ao não aceitar um convite para ir à Disney conhecer o Pato Donald, porque “não encontrava nenhum propósito naquilo”.

No entanto, para José Enríquez, ele encontrou o maior propósito naquela oração: “Ocorreu dois dias depois do resgate. Veio um pastor de Valparaíso e fizemos a oração de aceitação a Deus.

Para mim isso foi superior a sobreviver. O problema é que parece que alguns se esquecem do fato. Mas não fizeram a promessa para mim, mas ao Senhor”, ressaltou Enríquez, o mineiro número 24 a ser resgatado e a chegar à superfície.

José Enríquez foi convidado para ir à Inglaterra e à Irlanda, para dar seu testemunho de Cristo, o tour inclui o privilégio de participar de um café da manhã de oração em Washington com o presidente Barack Obama.

“Isso sim tem sentido, só Cristo me interessa, nada mais. Quando me deram alta, encontrei uma simples burocracia, porque já estava de alta psicologicamente dentro da mina. Porque não acredito que uma pessoa ‘desregulada’ da cabeça tenha animado aos demais, não?”, concluiu Enríquez, que disse que o seu trabalho terminou com os mineiros e que agora têm que enfrentar o mundo sozinhos.

Share

Related posts