Lytron
My Partner
cultureholidays

Criação de empregos formais soma 2,52 milhões em 2010 e bate recorde

Objetivo do ministro Lupi era criar 2,5 milhões de empregos em 2010.
Para cumprir meta, governo contabilizou empregos declarados fora do prazo.

Informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgadas nesta terça-feira (18) pelo Ministério do Trabalho mostram que foram criados 2,52 milhões de empregos com carteira assinada em todo ano de 2010, o que representa novo recorde histórico.

A série histórica do Caged tem início em 1992. Até o momento, a maior criação de empregos formais para um ano fechado havia sido registrada em 2007 – quando foram abertas 1,61 milhão de vagas. No ano passado, pela primeira vez, a criação de empregos com carteira assinada ultrapassou a barreira de 2 milhões.

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, a criação de empregos formais bateu recordes em seis dos doze meses do ano passado. O número foi o maior da história para os meses de janeiro a maio e, posteriormente, em agosto de 2010.

Empregos declarados fora do prazo
A meta do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, era de atingir 2,5 milhões de empregos criados no ano passado. Para atingir esse objetivo, porém, o governo contabilizou, pela primeira vez, empregos declarados fora do prazo de entrega da declaração. Esses empregos, que geralmente são divulgados somente com a divulgação da Rais, em meados de cada ano, somaram 387 mil em 2010. Sem a mudança na metodologia de divulgação, teriam sido criados, pelo critério antigo, 2,13 milhões de empregos com carteira assinada no ano passado.

Mês de dezembro
Em dezembro do ano passado, o governo informou que foram fechadas 407 mil vagas com carteira assinada. Geralmente, há mais demissões do que contratações no último mês de cada ano. No mês passado, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, informou que o fechamento de vagas em dezembro seria inferior a 300 mil postos.

15 milhões de empregos nos governos de Lula
Dados do Ministério do Trabalho informam ainda que foram criados, entre janeiro de 2003 e dezembro de 2010, 15,04 milhões de empregos com carteira assinada. Esse valor incorpora os dados da RAIS, informou o Ministério do Trabalho, o que engloba, também, servidores públicos federais, estaduais e municipais.

Previsão para 2011
Lupi manteve a previsão de que serão criados, pelo menos, três milhões de empregos formais no primeiro ano do mandato da presidente eleita, Dilma Rousseff. Se confirmado, esse valor representará novo recorde histórico.

Share

Related posts