Estudo encontra possível substância cancerígena em água potável nos EUA

Um grupo ambientalista descobriu que a água potável de 31 cidades dos Estados Unidos contém cromo hexavalente, uma substância provavelmente cancerígena.

O estudo do Environmental Working Group –o primeiro ao nível nacional que mede a presença desta substância química nos sistemas de água americanos– será publicado na íntegra na segunda-feira, acrescentou o jornal.

A organização encontrou cromo hexavalente na água que sai da torneira de 31 das 35 cidades americanas pesquisadas. Vinte e cinco delas tinham níveis que superaram a meta fixada pela Califórnia, que faz uma intensa campanha para reduzir as substâncias químicas no sistema de abastecimento de água.

A agência federal de Proteção Ambiental analisa a possibilidade de estabelecer um limite para as concentrações de cromo hexavalente na água potável. As autoridades estão revisando o produto químico, depois que o Instituto Nacional da Saúde o considerou como “provável cancerígeno” em 2008.

O cromo hexavalente é considerado há muito como causador de câncer de pulmão, quando inalado, e há pouco os cientistas determinaram que pode causar câncer em animais de laboratório, quando ingerido.

Nos animais, foi vinculado a danos hepáticos e renais, leucemia e câncer de estômago.

Usado amplamente como um químico industrial até a década de 90, o cromo hexavalente ainda é usado em algumas indústrias como a de cromagem e fabricação de plásticos e corantes.

A substância também pode ser infiltrar nas águas subterrâneas, através de minerais naturais.

Share

Related posts