EUA já admitem rever medida de segurança invasiva em aeroportos do país

Autoridades do setor de segurança dos EUA já admitem rever os polêmicos e invasivos novos procedimentos de segurança em aeroportos do país que causaram revolta na população americana, disse nesta segunda-feira John Pistole, chefe da Administração de Segurança de Transportes. De acordo com a novas medidas, os passageiros são submetidos a um scanner corporal, que revela vários detalhes da anatomia. Os que se negam são apalpados por agentes do mesmo sexo.

– Estamos analisando como podemos fazer o escaneamento mais eficiente e de uma forma menos invasiva, sabendo que sempre há relação entre segurança e privacidade – afirmou Pistole à NBC.

Entretanto, em entrevista à CNN, Pistole disse que “no curto prazo não haverá mudanças”.

Vários passageiros vêm reclamando nas últimas semanas de excesso de intimidade na revista por parte de agentes em terminais. Uma associação que defende passsageiros recebeu mais de mil reclamações na semana passada.

A situação pode piorar esta semana. Nos próximos dias, um grande número de americanos engrossará o já agitado ritmo de embarque e desembarque em aeroportos, pois na próxima quinta-feira será comemorado o Dia de Ação de Graças, um dos feriados mais populares dos EUA.

Share

Related posts