Candidato hispânico é contra imigração ilegal

O republicano de origem mexicana Brian Sandoval, de 47 anos, será o primeiro hispânico a governar Nevada, Estado dos EUA onde os latinos representam mais de 20% da população. Sua vitória nas eleições de terça-feira é dada como certa. Sandoval tem 54,5% das intenções de voto, segundo a média das pesquisas calculada pelo instituto Real Clear Politics. Seu oponente, o democrata Rory Reid, está 18 pontos atrás.

A escolha do eleitorado de Nevada traz um componente curioso. Entre os hispânicos, quase a totalidade dos eleitores votará em Sandoval, mas não apoiará sua companheira republicana, Sharron Angle, que compete com Harry Reid pela vaga no Senado. Se Angle se mostrou empenhada em conquistar a aversão dos hispânicos, porém, Sandoval também soube criar antipatia em parte desse eleitorado.

Ex-juiz federal e procurador-geral, Sandoval defendeu em sua campanha a adoção da lei de imigração do Arizona, que permite a abordagem policial de qualquer suspeito de estar ilegalmente no país. A lei foi suspensa por uma decisão da Justiça federal. Mas, se fosse posta em prática, o imigrante ilegal estaria sujeito a prisão e a pagamento de multa antes de ser extraditado. Para o candidato, que mantém uma bandeira do México na porta de sua casa, a mesma lei deveria ser aplicada em Nevada.

Questionado sobre qual seria sua reação se seus filhos fossem abordados pela polícia, Sandoval respondeu que isso jamais aconteceria. “Meus filhos não parecem hispânicos”, afirmou.

Favorável à punição de empresas e pessoas que empregam imigrantes ilegais, Sandoval também se tornou alvo de um escândalo parecido com o que envolve a candidata republicana ao governo da Califórnia, Meg Whitman. No dia 12, foi acusado de ter contratado uma imigrante ilegal como empregada doméstica. Sua campanha nega a acusação.

A eleição de Sandoval deverá ser acompanhada pelas possíveis vitórias de outros dois republicanos de origem latina – Marco Rúbio, que disputa uma vaga para o Senado pela Flórida, e Susana Martínez, que concorre ao governo do Novo México.

Em Nevada, dois hispânicos são candidatos ao Senado estadual e outros dois, à Assembleia Legislativa.

Share

Related posts