Lytron
My Partner
cultureholidays

Apreensão recorde de droga no México

Segundo Exército mexicano carregamento valeria mais de US$ 340 milhões e seguiria para os Estados Unidos


Envio. Maconha estava embalada e identificada pronta para o envio aos distribuidores nos Estados Unidos

TIJUANA, MÉXICO – Soldados mexicanos apreenderam na segunda-feira, 18, 105 toneladas de maconha, com um valor estimado de US$ 340 milhões, que é considerado pelas autoridades do país o maior carregamento deste tipo de droga confiscado no México, disse o Exército.

Soldados fortemente armados inspecionaram várias casa em um empobrecido subúrbio em Tijuana, cidade fronteiriça com San Diego, no Estado norte-americano da Califórnia e foram repelidos a tiros ao menos uma vez quando tentavam apreender a droga. Na operação foram capturados 11 possíveis traficantes.

Os soldados descobriram a droga embalados em 10 mil embalagens em cor de café e prateado, escondidos em várias casas e dentro de um caminhão. A droga teria sido reunida durante vários meses e teria como destino os Estados Unidos.

“A droga que foi apreendida em quantidades além dos precedentes no país”, disse o general Alfonso Duarte aos repórteres em uma base militar em Tijuana, explicando que a maconha teria um valor de 4,2 bilhões de pesos mexicanos, ou 344 milhões de dólares. A droga estava cuidadosamente embalada e etiquetada para os vários distribuidores nos Estados Unidos, disse o Exército.

Presos. Polícia e o Exército mexicano prenderam 11 possíveis traficantes que estavam cuidando da droga

O enorme carregamento de maconha é um impulso para o presidente Felipe Calderón, que centrou seu mandato para acabar com os cartéis de droga, com uma campanha militar lançada no final de 2006.

Calderón se encontra num momento de baixa para demonstrar que sua campanha está funcionando, nos momentos em que a quantidade de mortos pela violência do narcotráfico chega quase aos 30 mil mortos nos últimos quatro anos, gerando preocupação em Washington e aos observadores internacionais.

A apreensão começou com o confisco da maconha, o corte e a erradicação da droga caiu no México. As forças de segurança apreenderam em 2009 1,385 toneladas de maconha, das 2 mil toneladas da média de apreensões anuais, segundo relatório norte-americano. Segundo as informações, o México erradicou 14,135 hectares de maconha nos primeiros 11 meses do último ano, comparado aos 18,663 hectares em todo ano de 2008.

Recorde. Apreensão da droga foi considerada a maior nos últimos anos feitas por autoridades do México

O documento aponta que as forças de segurança mexicanas apontam a queda no foco no combate as drogas mais duras, como metanfetaminas – porque os recursos são destinados ao confronto contra os cartéis de drogas.

Os cartéis mexicanos ganharam força ao longo da última década, gerando violência que se espalhou em lugares tradicionalmente problemáticos como Tijuana e Cidade Juarez, e em locais tranquilos como a cidade de Monterrey e o balneário de Cancún.

O México é um dos maiores produtores de maconha do mundo, exportando mais de 7 mil toneladas deste tipo de droga no ano. Segundo estimativas de especialistas, a exportação de maconha e heroína e os cartéis mexicanos devem faturar US$ 10 bilhões anuais.

Segundo o Departamento de Estado dos Estados Unidos e do Controle Internacional de Narcóticos, a produção de maconha no México cresceu 35% – de 8,9 mil hectares, em 2008, para 12 mil hectares.

Share

Related posts