Países americanos se unem contra indústria do tabaco

Uma resolução elaborada pelo Brasil e aprovada pela Opas (Organização Pan-Americana de Saúde) permite que os países americanos se unam contra o lobby das indústrias produtoras de cigarro.

De acordo com o Ministério da Saúde, as fabricantes de tabaco têm usado a Justiça para impor obstáculos às medidas de controle do fumo.

A medida aprovada pela Opas prevê a adoção das diretrizes de um tratado internacional que prevê leis rígidas para proibir o consumo de tabaco em ambientes coletivos, a presença de advertências nas embalagens de cigarros e a restrição da publicidade e dos patrocínios de eventos culturais e esportivos por marcas de cigarros.

A Opas deve passar a monitorar as ações da indústria que tentarem dificultar a implementação dessas medidas.

No Brasil, as fabricantes de cigarros tentaram evitar o uso de novas advertências nos maços, em 2008. Por aqui, o consumo de tabaco caiu 50% em quase 20 anos, segundo dados do ministério.

Entre as medidas de restrição ao fumo adotadas nos últimos anos no país estão a proibição da publicidade de tabaco e o aumento de impostos sobre os produtos. O Ministério da Saúde apoia um projeto de lei que quer acabar com os fumódromos em ambientes fechados de uso coletivo no Brasil.

Related posts