Começa preparação do ônibus espacial Discovery para viagem final

O ônibus espacial Discovery foi levado para o interior do Prédio de Montagem de Veículos do Centro Espacial Kennedy, onde um guindaste será usado para erguer a nave e depositá-la ao lado do tanque externo de combustível e dos foguetes auxiliares. Trabalhadores então conectarão os sistemas na configuração familiar de lançamento. A próxima partida do Discovery, marcada para 1º de novembro, será a última.

De acordo com o plano estabelecido pelo então presidente George W. Bush após o desastre do Columbia, em 2003, toda a frota de ônibus espaciais dos EUA deveria ser aposentada até o final de 2010.

A determinação do presidente atual, Barack Obama, de prorrogar a vida útil da Estação Espacial Internacional (ISS) até 2020, no entanto, fez com que cientistas decidissem realizar modificações de última hora um instrumento científico que seria enviado à estação, para que tivesse maior durabilidade. Com isso, o voo final da frota, que será realizado pelo Endeavour e levará o instrumento ao espaço, ficou para fevereiro de 2011.

A missão final do Discovery terá 11 dias e envolverá seis astronautas. Eles instalarão um novo módulo na ISS, além de entregar uma série de peças sobressalentes.

Durante os próximos anos, após aposentadoria dos ônibus espaciais, os EUA não terão meio de acesso ao espaço, e dependerão de “caronas” em naves russas para levar astronautas à ISS. O governo Obama ofereceu incentivos para que empresas privadas desenvolvam uma nova geração de veículos de acesso à órbita terrestre.

Related posts