Lytron
My Partner
cultureholidays

Lula diz que povo vai escolher com maturidade

Ao discursar nesta terça-feira em Petrolina (PE), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um desabafo dizendo que nunca antes na história desse país um político foi tão ofendido e humilhado como ele até chegar à Presidência.

Por tudo o que passou, disse, ajudou com recursos governadores e prefeitos de todos os partidos políticos.

“Minha cabeça é de alguém que comeu o pão que o diabo amassou, que teve que enfrentar todos os preconceitos, que teve que receber todas as ofensas que já recebi para chegar à Presidência e ser pequeno como foram comigo”, disse.

Lula falou da campanha de 1989 e afirmou que hoje o povo não é mais levado pela opinião dos outros.

“O povo esta esperto. O cara fala na TV e o povo não vai atrás como vaquinha de presépio. Esse povo aprendeu a pensar com sua consciência, a enxergar com seu olhos e a escolher com sua maturidade política, vendo que as pessoas do lado de lá dizem uma coisa e acontece outra”, disse, e continuou: “Ninguém mais é bobo, ninguém é mais tonto, ninguém vai conseguir repetir o que fizeram comigo em 1989”, afirmou.

Em seguida, Lula reclamou a dificuldade de fazer obras no país e acabou citando a ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Para evitar mais uma multa eleitoral, o presidente logo falou o nome da nova chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, pelo empenho do ministério em acompanhar de perto a execução dos projetos em andamento.

Lula criticou a “pequenez” de políticos que deixam de dar continuidade a obras de antecessores por divergências ideológicas e que esse tipo de atitude levou o Brasil ao atraso.

Share

Related posts