Obama comemora avanço da reforma financeira

O presidente Barack Obama, cumprimentou o “avanço” dos esforços por aprovar uma ampla reforma financeira, depois que os democratas aparentemente conseguiram os votos necessários no Congresso.

Obama elogiou três senadores republicanos por deixar de lado as diferenças partidárias em um Senado dividido e dar aos democratas o apoio necessário para que o projeto de lei passe no legislativo.

Os republicanos Olympia Snowe e Susan Collins, do Maine, e Scott Brown, de Massachusetts, já comprometeram seu apoio e, se não ocorrerem mudanças de última hora, os democratas têm os 60 votos que necessitam para superar as táticas de bloqueio da oposição.

“Três senadores republicanos deixaram o partidarismo de lado para apoiar esta reforma, e estou agradecido por sua decisão assim como por todos os democratas que trabalharam tão duro para torná-la realidade”, disse Obama na Casa Branca enquanto nomeava Jacob Lew como seu diretor de orçamento.

A reforma, já aprovada pela Câmara dos Representantes, tornou-se prioridade para o governo de Obama depois de conseguir aprovar a reforma do sistema de saúde.

Trata-se da maior mudança nas regras em Wall Street desde a Grande Depressão dos anos 1930, e dá novas armas contra os investimentos de risco, que causaram a crise de 2007-2009.

O chefe da maioria democrata no Senado, Harry Reid, disse esperar um primeiro voto sobre a reforma “na quinta-feira pela manhã” e o voto definitivo quase em seguida, caso os republicanos renunciem à regra que exige 30 horas de debate depois da votação preliminar.

Related posts