Maré negra pode custar 195 mil empregos na Flórida

O derrame de petróleo no Golfo do México pode custar ao estado da Florida dez mil milhões de dólares e 195 mil empregos, se a maré negra chegar à sua costa, o que já começou a acontecer.

A estimativa foi divulgada por economistas da Universidade Central da Florida, que se basearam na perda para metade do número de turistas e de empregos no setor turístico nos 23 condados na costa ocidental do estado.

Sean Snaith, diretor do Instituto para a Competitividade Económica da universidade, esta quantificação de perdas no caso de o crude atingir as praias ocidentais da Florida é razoável.

O governador da Flórida, Charlie Crist, declarou a costa estadual voltada para o Golfo do México e condados do sul, inclusive Miami, em estado de emergência, por receio de que a corrente marítima arraste parte da maré negra.

Cerca de 40.000 barris de petróleo – em torno de 6,4 milhões de litros – são jogados no mar diariamente desde 20 de abril no Golfo do México devido ao poço danificado da companhia petrolífera BP, segundo estimativa apresentada em junho por especialistas enviados pelo governo americano para avaliar o nível do derramamento.

Related posts